Para os arquitetos, basta apenas encaminhar os dados da empresa, enviamos o contrato de serviços que será assinado e devolvido por e-mail. Os serviços se iniciam a partir da data acordada no contrato. Se a empresa for assessorada por outro contador é necessário assinar o distrato e observar o prazo de carência deste distrato.


COMO FAÇO PARA ABRIR A MINHA EMPRESA?
Para você arquiteto, é necessário o envio das cópias autenticadas do RG, CPF, CREA e Comprovante de Endereço e IPTU. Após isso, você irá receber um e-mail detalhado com os procedimentos necessários. O Valor de Abertura é gratuito.
DEVO REGISTRAR MINHA PJ EM JUNTA COMERCIAL OU CARTÓRIO?
Veja a diferença entre registrar seu escritório de arquitetura em Cartório ou Junta Comercial: O registro em CARTÓRIO é obrigatório para Sociedade de Profissionais Regulamentados, ou seja, a sociedade que trata o inciso II do artigo 15 da Lei 13.701/2003, aonde são aquelas cujos profissionais (sócios, empregados ou não) são habilitados ao exercício da mesma atividade e prestam serviços de forma pessoal, em nome da sociedade, assumindo responsabilidade pessoal, nos termos da legislação específica. O registro em JUCEES é obrigatório para atividades relacionadas a comércio e prestações de serviços, no caso, de serviços não regulamentados ou que ainda tomam serviços de terceiros.
COMO É FEITO O MEU ATENDIMENTO E ASSESSORAMENTO, POSSO CANCELAR A QUALQUER MOMENTO?
Para vocês arquitetos, o VireiContador realiza o seu atendimento por chat, skype e e-mail, utilize da forma que preferir. No ato da contratação dos serviços você receberá a lista de contatos que manterá com a nossa empresa nas áreas de relacionamento. Você receberá também as instruções para preenchimento online das suas notas fiscais e documentos mensais que serão enviados por nossa plataforma web. Tudo de forma simples e prática.
QUANTO VOU PAGAR DE IMPOSTO?
Um comércio optante pelo Lucro Presumido, incidirá 3% de Cofins, 0,65% de PIS, 1,20% de IRPJ e 1,08% de CSLL. Vale ressaltar que se a base de cálculo do IRPJ, trimestralmente, ultrapassar R$60 mil, haverá incidência de 10% de IRPJ. O ISS é determinado por cada Município. Já um comércio optante pelo Simples Nacional, a alíquota inicial para esta atividade é de 4% sobre um faturamento de até R$180 mil, conforme Tabela Simples Nacional Anexo I (Serviços Profissionais).
COMO EMITO MINHA NFE E QUAIS DECLARAÇÕES DEVO ENTREGAR?
É importante ressaltar que a Legislação vigente permite a clínicas emitirem NFe. Fique atento ao valor total faturado, pois é necessário a retenção de impostos destacado em NFe, além da entrega obrigatório da DEFIS (Simples Nacional), e EFD ICMS, Sped Contribuições e Contábil [ECD e ECF] para empresas Lucro Presumido e Lucro Real.
POSSO DISTRIBUIR LUCROS COM ISENÇÃO DE IMPOSTOS?
A legislação prevê que é possível a distribuição de lucros com isenção de impostos desde que mantenha: 1 - Escrituração contábil obrigatória (incluso nos serviços VireiContador); 2 - Impostos Federais e Encargos Sociais de Colaboradores (se houver) em dia
A MINHA EMPRESA PODE SER SIMPLES NACIONAL?
A legislação vigente permite que as atividades de arquiteto possam se enquadrar no Simples Nacional, com alíquota inicial de 4% sobre um faturamento de até R$180 mil, conforme Tabela Simples Nacional Anexo I (Serviços Profissionais). Não se esqueça que caso não haja o pagamento de impostos, ou o faturamento ultrapasse o limite permitido (R$3,6 milhões
QUANTO VOU PAGAR DE IMPOSTO?
Um arquiteto optante pelo Lucro Presumido, incidirá 3% de Cofins, 0,65% de PIS, 1,20% de IRPJ e 1,08% de CSLL. Vale ressaltar que se a base de cálculos do IRPJ, trimestralmente, ultrapassar R$60 mil, haverá incidência de 10% de IRPJ. O ISS é determinado por cada Município. Já um arquiteto optante pelo Simples Nacional, a alíquota inicial para esta atividade é de 4% sobre um faturamento de até R$180 mil, conforme Tabela Simples Nacional Anexo I (Serviços Profissionais).
COMO EMITO MINHA NFE E QUAIS DECLARAÇÕES DEVO ENTREGAR?
É importante ressaltar que a Legislação vigente permite a arquitetos emitirem NFe. Fique atento ao valor total faturado, pois é necessário a retenção de impostos destacado em NFe, além da entrega obrigatório da DEFIS (Simples Nacional), e EFD ICMS, Sped Contribuições e Contábil [ECD e ECF] para empresas Lucro Presumido e Lucro Real.
QUAIS VANTAGENS TRIBUTÁRIAS EU TENHO ENTRE UMA PJ QUANDO COMPARADO COM A PF?
Além de ser obrigatório, em algumas atividades, a vinculação de um CNPJ, vale ressaltar que os cálculos de impostos sobre rendimento de PF é significativamente superior a PJ, isso também vale para arquitetos: Para a PF é necessário o cálculo dos seus impostos mediante duas tabelas: Tabela Progressiva do IRPF e INSS. No caso do IR se você tiver um rendimento mensal acima de R$ 4.664,68 a sua alíquota de IR será de 27,5% além do INSS no valor de R$ 878,05 como teto. É importante ressaltar que a fiscalização da Receita Federal, em relação a emissão de honorários recebidos em conta corrente PF está muito mais rígida, motivo pelo qual sugerimos a criação de um CNPJ.
EXISTEM OUTRAS VANTAGENS DA PJ EM RELAÇÃO A PF?
Na PF todo e qualquer risco incorre diretamente sobre a própria PF, sem qualquer filtro de proteção, sendo que na PJ seria necessário descaracterizar a personalidade jurídica para que o sócio seja responsabilizado.

Abra sua empresa grátis*

Abrir sua empresa nunca foi um processo tão rápido, fácil e prático. Inicie agora!